Thursday, January 22, 2009

O PMSP.

O Perímetro Mínimo de Sanidade Pessoal é uma coisa que eu tenho assim com muita frequência.
Gosto do meu espaço.
Gosto de respirar.
Gosto de abrir os braços quando sou atacada pelo sindroma de Tourette que todos temos dentro de nós, alguns mais do que outros, é certo.
Faz-me um bocado de espécie quando alguém que eu não conheço propriamente - e que até nem é daqueles amigos que já me viram 2 horas agarrada à pia ou a tentar convencer uma médica de um país de leste no Hospital de Santarém que misturei feijoada da D. Odete e camarões (é verdade!) apesar de tresandar a whisky 15 anos (também é verdade…) – se chega tão perto que eu consigo ver-lhe muito mais que o branco dos olhos.
Faz-me azia respirarem-me para cima ares que eu não conheço.
Por Deus, tenho um pavor atroz que me tentem agarrar e beijar à francesa! Pronto, tenho medo quando é a Directora da Escola, que eu não tenho propriamente atracção por ela nesse sentido.
Por isso, uma das vantagens do Kung Fu vai ser mesmo dar uma valente stickada quando se chegarem a mim a mais de 1 metro de distância.
As outras são mesmo tentar ser uma pessoa mais saudável, e andar a malucar com os amigos.


4 comments:

sininho said...

loool! vamos lá, como já te vi agarrada à pia e como já te vi a dar a volta a uma médica no hospital de str, achas que estou segura e posso aproximar-me?

sininho said...

Pera lá, não que eu queira encostar-me ao teu pescoço ou assim, mas era só para ver se posso sentir-me segura quando vou jantar a tua casa

marta said...

De um modo geral, sim, a não ser que queiras entornar uma gamela de chocolate derretido no meu fogão.
Aí sim, garanto-te! Vamos ter problemas!

sininho said...

looooooooooooooool