Tuesday, April 29, 2008

A autora destes blogs anda agastada.


Assim tipo mesmo fartinha da porcaria das fan fics, que não me deixam publicar pêva.


Deve ser destino.


Ai destino, ai destino... Estão a ver no que isto deu?


Assim, agora publico no blog!


Embrulhem, seus esquisitos!!


Está é em Inglês, pessoal.


Espero que se divirtam!!


Eu já mencionei que o meu personagem preferido é o Snape?
Vejam aqui!!


Monday, April 28, 2008

Merchezita quer voltar ao passado...


... e voltar a ser trambolho!!
Para isso, aumentou as maminha e as bímbeas!!
Agora, só falta cortar as perninhas, para ficar da altura da sua nova melhor amiguinha, Floriboazona!!
>Aqui, foi quando ela concorreu a Miss Marmeleira!

Thursday, April 24, 2008

Esclarecimento:

Miss Freak adora gatos, bem como todos os heterónimos da sua pessoa que habitam, particularmente, várias áreas do seu cérebro.


Gatos pretos, fofinhos, obesos, besuntados de óleo, sem pelo... marcha tudo.


Desde o Garfield até áquele safado do Gato das Botas do Shrek com os olhinhos salientes e lacrimejantes, as bolas de pelo ocasionais e a voz caliente do António Banderas.


Todos!


Excepto um.


A Hello Kitty.


Assim, a Miss Freak anda agora a passear-se com uma cena destas - vermelha, é óbvio! -, a relembrar também os gloriosos tempos da ESE de Lisboa - esse Hades!! - quando, numa pacata aula de Metodologia de Inglês do último ano, Índia, Mary Shelley e a própria autora compuseram um belo poema em que um tal de Mark was eaten by a shark!


Wednesday, April 23, 2008

O blog dedica-se à piada parva.

Depois do “para Timor” – “para mim, môr?”, surge agora o “para Ti-bete”! Para todas as Betas, Betes, Elisabetes ou até mesmo Zabetes!!




Tuesday, April 22, 2008

Sintra, parte 2!

É que não deu para meter as fotos todas de uma assentada...

Em suma, foi um dia fantástico, com amigos MUITO MESMO MUITO fixes, cheio de experiências novas, incluindo uma ida a um restaurante japonês, que máximo!!!

E depois, no sábado, foi o resto do pessoal assim MUITO MESMO MUITO fixe!!

Elf no meio das sequóias!

Cantinho secreto - um dos muitos - do jardim...


O Castelo dos Mouros e a fotógrafa - Miss Freak - quase a ser levada pelo vento do alto do Palácio da Pena em direcção aos pedregulhos lá de baixo...
Beijos, pessoal! Foram uns dias fantásticos!! Temos de arranjar mais ocasiões para repetir. ^_^

Ah... Sintra... Foi o meu presente de aniversário dos amigos doidos!!


Eu adoro este Tritão! A sério!!




Sem palavras...





Gostei desta!



O Castelo Mágico!





Isto não parece saído do País da Magia?









Esperávamos ver fadas a qualquer momento!







C'est beau, ça!!







Ainda estamos cá em baixo...







Edu, Elf, Sininho, Maf e Merlin ao fundo, Miss Freak atrás da máquina fotográfica.

Thursday, April 17, 2008

Couldn't help it...


...just couldn't...


Correcção da autora:

Obviamente, a imagem do Nuno Gomes que eu tencionava colocar era esta, e não a que lá está.

Foi um inocente lapso...



Mundo do Terror atinge novos níveis de horror!

A autora deste blog, depois de uma rodada de chá Sol Nascente, que veio da Casa do Chá da Lena, no Cartaxo (vá, duas rodadas…),viu. concretamente, a luz.

Neste caso específico, em Alvalade.

Bem, o lugar é irrelevante!

O que parece importante revelar é esta situação que, até agora, nos tem, aparentemente, passado um bocado ao lado.

A J. K. Rowling morou em Portugal durante uns tempos. E achou por bem meter na sua obra vários aspectos inspirados na nossa cultura ou, pelo menos, no nosso telejornal.

Salazar, o nome do fundador dos Slytherin, numa óbvia referência ao fundador da carreira profissional de psicopata no nosso país.

Os Gryffindor, que são leões, mas vermelhos; mas a águia já está noutro brasão, e ainda há outro que é verde, uma grande confusão, mas com inspiração obviamente futebolística.

Nesse momento de compreensão divina, a autora do blog descobriu uma outra influência da raiz portuguesa nos livros do Harry Potter, tão absurdamente óbvia e tão à frente dos nossos olhos, que nos causa uma certa apreensão a noção de termos sido um bocado, vá, parvos!

O Professor Snape foi inspirado no Nuno Gomes.

É estupidamente claro!

O cabelo oleoso, essa imagem de marca quer dum quer do outro, com o mesmo corte, a mesma estrutura, a mesma cor – tudo igual – faz brilhar (literalmente) frente a nos a luz do entendimento supremo!

Faz-nos chegar a outros graus de intelecção!

Faz-nos pensar que, se calhar, há mais! Quem representará o Petit? O Quaresma? O Miguel Veloso? O Cristiano Ronaldo?

Será que, num próximo livro, veremos representada a Ministra da Educação? Ou até mesmo o Professor Marcelo?

Infelizmente, nem o Snape é tão simpático como o Nuno Gomes, nem o Nuno Gomes é tão inteligente como o Snape…





Wednesday, April 16, 2008

Tuesday, April 15, 2008

Allez, allez!!


A longevidade de Mário Soares tem as suas vantagens, afinal de contas!!





Monday, April 14, 2008

E termina aqui a minha carreira como escritora de coisas cor-de-rosinhas.

Antes ainda de começar, de facto.

Por um motivo específico do qual apenas recentemente me apercebi, concluí que nunca na minha vidinha hei-de ser chamada para escrever numa revista cor-de-rosinha.
E nem a Sininho, que foi usada por mim como cobaia experimental no estudo desta teoria.

Legenda de revista cor-de-rosinha já relativamente fora de prazo na sala de Mademoiselle Maya, minha advogada de defesa no que se prende com os meus frequentes estados de liberdade condicional, ou não, em relação a foto de grande plano do rabo de Marta Cruz, filha de um conhecido pedófilo: "Marta Cruz exibe EXCELENTE forma física, no aeroporto".
Miss Freak olha para a imagem e vê um barril com pernas.
Sininho concorda.

Mais à frente na mesma revista: foto de Miguel Veloso exibindo sua nova decoração capilar, imagem que vem acompanhada de comentário de Cláudio Ramos.
Ora, isto arrebenta logo com a escala!

Atentem, por favor:

O mais recente penteado de Miguel Veloso, de acordo com a autora deste blog, é um atentado libanês.
Cláudio Ramos considera-o uma obra de arte com inspiração divina.
O autor desta "obra de arte" – Eduardo-Mãos-de-Tesoura-Desgovernada-Beauté – de acordo, não só com a autora deste blog, mas com a maioria das pessoas que têm mais de dois neurónios – é uma pessoa pouco original e um bocado bimba.
Cláudio Ramos considera-o, concretamente, DEUS.

As pessoas que moram na cabeça da autora deste blog manifestam variadas situações de alergia ao espécime Cláudio Ramos, e algumas delas sugeriram até que ele podia ir levar com uma certa coisa num certo sítio.

Mas isso seria exactamente o que ele queria.

E não lhe vamos dar esse gostinho.


Aqui, a sua mais recente obra biográfica.

Friday, April 11, 2008

Thursday, April 10, 2008

Como é que isto, afinal, deu no que deu?

Há coisas que tenho dificuldade em aceitar. A Matemática, por exemplo.

Mas isso é outra história.

As reacções humanas, às vezes, também me deixam o cérebro em papas de sarrabulho, tal como uma noite de insónia depois de beber o chá errado à hora errada.

De facto, nunca percebi muito bem aquelas pessoas que passaram pelas chamadas “fases da adolescência”.
Tipo pessoal que hoje é muito beto e sai-se com cenas tipo: “Ah, e tal, eu quando era adolescente era gótica!”. E até sabem em que parte da feira de Sábado do Barreiro podemos encontrar as indumentárias adequadas, apesar de as vermos com a calça de ganga esterlicada e o pullover da Bennetton todo o santo dia.
Regra geral, quando isto sucedia, eu ficava com cara de cepo – como aquela que o Max o Cão Polícia exibia – a olhar para a dita individualidade, enquanto as pessoas cá dentro na minha cabeça se indagavam como isto era possível.
Bem, o Baldomero não pescava nada do assunto, que não era dos seus interesses particulares, e voltava a contar as moscas na sala, e a Constança tirava um fone do ouvido para ter a certeza que tinha mesmo ouvido aquilo que pensava ter ouvido, mandava dois ou três bitaites cáusticos porém terrivelmente reais, e voltava ao seu barulho.
Chegou ao extremo de, num belo dia dos idos de 98, estava o pessoal da minha turma daquele inferno na terra que é a ESE em estágio – tipo com criancinhas, uma vez que demos todos em professores – e eu estava ainda aos pulos com o concerto dos Moonspell no Coliseu na véspera, quando a Troll me diz: “Ah, e tal, eu gosto muito disso!”. No entanto, manuseava atentamente um cd da Céline Dion, segundo a própria, passo a citar, “é a minha cantora preferida!”
Não é possível deixar de indagar no assunto. Será que é à Céline Dion que o Fernando Ribeiro – aka Langsuyar, aka Porta-Aviões (para os realistas, e para a Mary Shelley, que utilizou sempre esta designação para me moer o juízo) - vai buscar a inspiração, afinal?

Será que, um dia, terei também a minha fase “beta”?

Será que é por eu ainda não ter mentalmente chegado à adolescência?

Quer dizer, bem vistas as coisas, ainda a semana passada delirei com um belo pack de slips da Pucca…

P.S.: A Troll era uma daquelas personagens caricatas que passou pela ESE de Lisboa. Tem um post inteiro dedicado a ela própria.
Seria um desperdício fazer apenas uma pequena referência a uma figura tão rica, cheia de sumo e de base!




Wednesday, April 09, 2008

Há que dizê-lo com frontalidade!

Você... é uma p*** fascista!


Espera... não era isto...


Bem, de qualquer maneira, gostaria de informar que curto as trovoadas à brava!!


E hoje foi noite de trovoada em Peniche! Daquelas barulhentas, luminosas e com ventanias que arrancam as árvores do chão!


Uau!!

Tuesday, April 08, 2008

Kakashi-sensei dita as novas tendências!

Que é como quem diz, o Mestre Kakashi é quem sabe.

Ele é completamente apanhado, por isso confio plenamente nos seus ensinamentos!


Tcharããã!!!

Monday, April 07, 2008

Eis porque não se pode confiar nos americanos.

Foi com um ataque de riso descontrolado, mas que certamente me abriu os pulmões e me garantiu mais uns quantos anos de vida, que li esta notícia, num jornal de sexta-feira:

“A Cafeína pode proteger o cérebro.

Uma chávena de café diária pode cortar o risco de demência, segundo um estudo da Universidade do Dakota do Norte, E.U.A.
A cafeína consegue bloquear a entrada do colesterol no cérebro, reforçando a barreira vital que protege o cérebro das toxinas e das infecções.
A experiência foi feita em coelhos e será agora analisada a componente humana.”

É que nem precisam de se dar ao trabalho!

A autora deste blog é a prova viva de que isto é uma patranha.

De facto, a cafeína PROVOCA a demência, e a hiperactividade descontrolada.

Que seria dos heterónimos do Pessoa se, em vez de ópio e absinto, ele andasse no Martinho da Arcada a meter shots de cafeína para dentro!

Ou, para se armar aos pássaros, pedir solenemente um cappuccino, de cada vez que entrasse lá a Bimbinha Jardim da altura.

Mas quem é que acredita nos estudos feitos pelos americanos, francamente? Ou por suecos? Ou por australianos, caraças?


Friday, April 04, 2008

Ele há coisas deprimentes, não há?

Daquelas coisas que só são possíveis em alguns – exíguos – lugares do mundo, nomeadamente em Peniche.

Um toque de telemóvel com a música da Fergie.

Num rapaz.

E, logo a seguir, tocou o meu.

Battle of One.

Isto:

http://br.youtube.com/watch?v=GjkD723dqfY


O Baldomero, obviamente, escangalhou-se à gargalhada, agarrado à Constança que, numa de Nuno Homem de Sá, ainda atirou uma sapatilha ao ar.


Thursday, April 03, 2008

Karma, Destino, Fado, obra do Capeta ou sorte filha da… do vento?

A autora do blog tem assumidamente uma discreta veneração pela cafeína, apelidada pela própria de “O Néctar”.

A autora do blog assumiu-o publicamente, por diversas vezes, no seu blog pessoal. Há quem até já nem a possa ouvir falar disso.

A autora do blog fica obvia e inequivocamente alterada com o seu consumo.

A autora do blog decidiu-se a experimentar um aparelhómetro que lá tem em casa, uma engenhoca designada “napolitana”.

Concretamente, a autora arranjou um belo dum pacote… de café moído (suas mentes perversas!!) e dedica-se agora a fazer vários tipos de experiências com cafeína, assumindo ela própria o papel de cobaia, e a gata o de observador que tenta ser passivo, mas não se consegue propriamente escapar.

Esta semana, parece, há uma promoção de cafés no Lidl.

Se a autora do blog achava que tinha batido no fundo, esta notícia fê-la mudar de convicções.

Só uma nota, a título de esclarecimento, não vá alguém decidir-se a fazer o mesmo aí por casa: aquilo, o aparelhómetro, tem uma tampa. Tem uma razão de ser. Não a abram, por muito entusiasmados que estejam com todo este processo. Cospe café pela cozinha toda. E quente. Tipo, a escaldar.


Wednesday, April 02, 2008

Globalização – esse bicho gordo e luzidio.

Uma das perguntas esquisitas que os estrangeiros, uma vez em território português, podem fazer:

- Australiano meio apanhado da mona, que adora dormir 18 horas por dia, e que correu parte do mundo numa carrinha brutalmente colorida, de doer a vista, na cozinha –aka templo oriental e laboratório de pesquisa científica do mais alto gabarito – de Miss Freak, autora do blog que aqui vêm:

“Is that a REAL pumpkin?”.


Tuesday, April 01, 2008

Trabalhadores do Comércio pioneiros a nível de afirmação nacional.

A revolução nacional do espírito de todos os portugueses!

Descobriu-se agora, de forma flagrante e de modo vexatóriamente capitalista, com um anúncio publicitário a uma entidade bancária, que, afinal, um novo hino nacional, mais adequado à realidade e ao estilo próprio dos Portugueses, havia já sido concebido, há uma parga de anos atrás, pelos Trabalhadores do Comércio!

Aguarda-se com expectativa uma próxima oportunidade de manifestar a nossa devoção às cores da nossa bandeira, de preferência um jogo da selecção, ou uma edição do Sequim d’Ouro!

Os portugueses que apoiam a selecção nacional nos estádios, e os que fervorosamente entoam o hino nacional, no recato dos seus lares ou do tasco lá do bairro, em plenos pulmões e de forma, regra geral, dolorosamente desafinada, passarão agora a exprimir alto e bom som, no refrão do novo símbolo de identidade da nação: “EU NÃO PAGO!”

… E passam a acenar entusiasticamente os seus novos cachecóis, com mensagens claras e de cariz social, como:

“Ricardo, és o meu herói, e eu sou cego de nascença!”, ou
“Ronaldo, sou fiteiro como tu e deixo o meu agente de seguros maluco!”, ou ainda
“Rui Costa, volta, filho, que a gente até apoia a Terceira Idade e damos desconto nos genéricos, se tiveres cartão, é claro!”