Monday, March 10, 2008

A realidade tal qual ela é…

…hilariante!


Notas soltas da mente da autora, ou certos parafusos desgovernados e a alta velocidade, sei lá…

(a esta altura do campeonato – com o Sporting no 5º lugar, aproveito para informar! – a Sininho diria qualquer coisa do tipo “Welcome to the Jungle”, ao que eu lhe responderia qualquer coisa mais do género “ready to crash and burn – I’m in the nightrain”).

Caso idiota do fim de semana 1: O Bryan Adams, pessoa que adora merendeiras e que, segundo um jornal publicado quando ele cá veio no ano passado “quer encontrar uma boa mulher portuguesa para casar”, mais uma vez, espantosamente, veio cá actuar. Não sei porquê, atiraram-no para o Maxime, para um concerto à tarde. Até aqui, parece tudo bastante normal. Mas o que é facto é que, depois de alinhar numa actuação no Maxime, Bryan ainda parecia convencido que tinha sido convidado para um programa chamado “Sexo à Noite”… E depois, nós achamos que o Ozzy é que tem o cérebro todo comidinho! Bem, de facto…

Caso idiota que tem sido a maldita abertura dos noticiários todos 2: A manifestação dos professores teve, parece, mais polícias a vigiar que um Sporting-Benfica. Ficamos assim a saber que, afinal, os professores são muito mais perigosos que os hooligans. Obviamente.
Além disso, segundo o Santos Silva (aka senhor que não gostou nada de ser assobiado de forma injuriadora por professores à saída de um tal de “congresso”), um ajuntamento de umas quantas centenas de professores que se manifestam é uma atitude anti-democrática.
Não seio que ele considera o facto de o governo actual – reparem, estamos em 2008 – ter mandado a polícia às escolas na véspera de uma manifestação para saber quem ia aderir, mas isso a mim pareceu-me uma atitude obviamente pidesca.
Além disso, tomei-o de ponta, porque ele disse mal do Álvaro Cunhal que, por acaso, é (agora sem respirar) das personalidades portuguesas que eu mais admiro, que ele era um chavalo cheio de estaleca!

Caso idiota que não sai da cabeça da homozigótica (estava danada para enfiar esta em algum lado) autora deste blog, caraças 3: Este, meus senhores (e senhoras!), (e abelhinhas!), é o país das possibilidades! Um lugar onde um homem (ou mulher),(ou abelhinha) pode ficar com os dentes presos nas redes da baliza que defende e originar um culto em que ele próprio (ela), (coiso…) é visto como Deus! E tem mais seguidores que o Abaças!

Caso viva os anos 80 poça 4: Para terminar o fim de semana em alta, o povo português descobriu algo de assombrar! É que tinha de ser o Markl a tornar-se na “única pessoa dos dias de hoje a usar a palavra “cassete” numa letra de música”.
Destas particularidades, o recorde é mesmo Português: o Jorge Palma tornou-se na “única pessoa do mundo inteiro a usar o termo “homem-bomba” na letra de uma canção”, e o Marco Paulo ainda detém o único “lady na mesa, louca na cama” que existe.

3 comments:

Marta said...

Folheto na Biblioteca de Peniche, em cima do balcão. Diz "massagista blá blá blá". Marta lê "Masoquista blá blá blá"...

Marta said...

O parvo do computador que lá tenho em casa tem um problema com a porcaria da tecla do space. E dá-me cabo dos nervos!

Dumuro said...

See Here