Friday, June 13, 2008

Porque, às vezes, é perigoso ser agricultor, neste país.

Miss Freak deu em Engenheira Agrónoma de trazer por casa, e decidiu transformar a sua varanda numa horta experimental.

A conversa começou ontem com a Sininho, primogénita e uma das herdeiras – por enquanto – do único vendedor de sementes, plantas, alfaias agrícolas, venenos vários e misturas para periquitos que incluem cânhamo lá da aldeia.

É a loja onde os velhos vão buscar o 605 forte para pôr término às suas vidas.

Miss Freak pergunta, sem qualquer malícia:
- “Trouxeste os tomates do teu pai?”

A seguir fez-se silêncio.

De referir que, por estes lados, o teor das conversas não varia muito, saltitando entre tópicos como “a cadela da minha avó está outra vez com o cio e fugiu para ir ao monte”, ou, no meio do nada, a Estrelinha perguntar “Então, a cabra da tua avó está melhor?” – é que a bichinha estava doente.

E conspirações para raptar porcos à partida condenados ao entrecosto ao Sr. Rui que, provavelmente, viria atrás de nós com a caçadeira…


2 comments:

sininho said...

eh eh eh!!! Tb sei de um sítio (k não revelo, mas só digo que fica em São João da Ribeira) onde se podem ir buscar plantinhas e outras delícias, como pulverizadores de mão, ração para caes, gatos, peixes, piriquitos e afins e ao mesmo tempo adquirir a ultima inovação em matéria de cortadores de relvas e sacholas auto!!! Isto tudo sabendo sempre as ultimas novidades da terra... fresquinhas!!! - Temos é de ter cuidado com gajos descomandados em tratores desgovernados que nos passam por cima se não te pões ao fresco ... e rápido, visto k o dito desgovernado assim k saltas para o lado esborracha-se violentamente com o trator na parede lateral da lojinha do Sr. Rui.... isto há cada anormal!!!

Marta said...

Ao lado da Ribeira de S. João.

Cuidado também com o Peugeot azul.

Ficam avisados!