Friday, August 11, 2006

Para Alguém Muito Especial - Tu Sabes


The Calling

The fire is dancing tonight and the winds are talking
Dancers from past lives enter the circle
Leading me back and forth through the history of myself
The mind searches as the spirit dances

The drums...dancing to the heartbeat
Memories of long ago insights to the future
I hear the winds whispering my sweat lodge dreams
I see Sungmanitu tanka (the wolf) my guide

He shows me the ancestors, not mine
They are not Lakota, or Tsalagi, or Iroquois
But they are all Nations, one Nation
Speaking with wisdom to share with each other

Yesterdays create todays and promises of tomorrow
The lies will die with the smoke
And the whispers of the winds are clear and loud
And we shall all see the return of the buffalo
AHO


PARA A ÍNDIA...

5 comments:

Marta said...

Hi there, stranger!
Como vês, cumpri a minha promessa.
Não se fazem em vão.

Keep Wild!

Anonymous said...

Agradeco-te a lembranca que me trazes de dias lindos, quando a Terra respirava e as pessoas que nela pisavam a sabiam ouvir em silencio e calcar em silencio e sentir em respeito.
Agradeco-te a lembranca que me trazes de dias vividos em comunhao de dias em que um pequeno gesto era um grande feito, era a marca de um homem e um grande gesto por vezes nao significava nada.
Todos temos a nossa casa para voltarmos um dia, gosto de pensar que tambem os meus amigos um dia la irei encontrar.
Ate breve!
India

India said...

Agora diz la, vens ca para escrever de quanto em quanto tempo? Todos os dias? E para ver se te consigo acompanhar. E a segunda vez que venho ca e so hoje e que me consegui por em dia com os teus escritos. ADOREI o teu blog!!!
Esta tudo SUBLIME!
Com muita CLASSE!
Beijinhos para o pessoal!
Quando e que me fazem uma surpresa ca para cima - Celorico?
Ate...

Marta said...

Breve, espero.
Adorei as tuas montanhas.
Mal posso esperar para ir trepar aqueles pedregulhos.
Acho que não te contei, mas da outra vez ia caindo cá muito para baixo...
...ainda encontrava o Viriato pelo caminho, com as sua cabras...
Be daring... always...

Marta said...

E não sei quem é a Índia anónima, mas adorei o que escreveu - é, definitivamente, um ser excepcional!
Ainda bem que não estamos sós, e assim poderemos ter esperança de conseguir que a Natureza e as coisas boas vençam!
Obrigado! Do coração!
Wolf